Quando cocô vira flor?


Por Cris Akemi

Na natureza, o cocô do passarinho é grande responsável pela disseminação de lindas flores.

O que será equivalente a isso na dinâmica humana?!

Enquanto professora, gosto de me enxergar como um passarinho que ajuda a espalhar beleza pelo mundo. O cocô,  incômodo,  talvez seja a paciência,  ou a falta dela para enfrentar o sistema bruto. No final das contas, para além dos aborrecimentos,  ter a certeza de que é possível semear bondade em crianças e assistir a isso ao vivo diariamente é o que me transformou numa eterna otimista.

Mas não é fácil. É muito comum hoje em dia um pessimismo generalizado e uma insatisfação constante a qualquer contrariedade,  seja ela relevante ou não.

Percebendo isso em meus alunos fiz questão de apresenta-los ao livro “Cocô de passarinho” da Eva Furnari, que brilhantemente conta a história da transformação de uma comunidade pessimista.

Antes de lê-lo perguntei a eles que impressão tinham ao ouvir o título do livro. Alguns disseram que o livro poderia ser engraçado (otimismo) ,  mas também que tinha probabilidade de ser sujo,  nojento, porco (pessimismo).

Após a apreciação da leitura questionei-os sobre o que achavam ter aprendido com a história. Os primeiros disseram que ficaram sabendo que o cocô de passarinho semeia,  outros disseram que descobriram que as pessoas podiam ser diferentes. Então perguntei sobre a mudança de comportamento da comunidade, pedindo a eles que relembrassem principalmente qual era o olhar que tinham sobre o cocô e salientando que foi ele o responsável pela melhora de todos. As crianças perceberam primeiro a mudança pelos costumes,  disseram que antes eles diziam sempre as mesmas coisas,  faziam sempre as mesmas coisas e ficavam parados no mesmo lugar esperando pelo pior e que depois do que aconteceu tudo melhorou.

Foi então que expliquei o conceito de pessimismo e otimismo, sendo o pessimista aquele que só espera o pior e reclama de tudo e o otimista o que busca ver o lado bom das situações e sempre esperando pelo melhor. De quebra aprenderam dois novos adjetivos,  conteúdo trabalho anteriormente.

Eles imediatamente associaram ao desenho animado “Clarencio,  o otimista” e comentaram como o amigo do Clarencio é pessimista e como isso é feio.

Propus então que todos nós fizéssemos um exercício diário de reclamar menos e tentar enxergar o lado bom das coisas.

Estou aguardando pelo melhor resultado possível!

Narração do livro:

Livro digitalizado:

https://picasaweb.google.com/estorias.digitais/CocoDePassarinho?feat=email

Episódio de “Clarencio,  o otimista”

1 Comment

DIGA-ME O QUE ACHA:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s