A seca

Por Cris Akemi

A secura de seus olhos me contou

como é raso o seu querer

como é findo o seu viver

como é flor o seu saber

que não desabrochará!

 

Pois tão infértil quanto o solo seco

é a mente inerte

não morreu

mas também não está lá.

Categorias: Tags: , , , , , ,

DIGA-ME O QUE ACHA:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s