Brincar com você…

Por Cris Akemi

Brincar deveria fazer parte da vida adulta, tanto quando faz da vida da criança, mas infelizmente as demandas dessa sociedade não permitem que sequer percebamos a necessidade de extravasar, e nos sentir livres para transitar entre os diversos papéis de atuação social possível.

Nem sempre é a criança que escolhe o gênero do brincar, algumas vezes nós determinamos isso dividindo-os em brincadeiras de meninos e meninas, lhes oferecendo apenas brinquedos supostamente relacionados ao seu gênero, lhes dizendo o que ou não fazer. Felizmente na escola, eles tem a oportunidade de ter outras experiências. E não raro, quando são livres para escolher vivenciam sem preconceitos TODAS as formas do brincar. Exorcizam seus medos, fantasiam heroísmos, mas o mais comum até é reproduzir a vida adulta e suas responsabilidades.

Confiram as fotos da nossa primeira semana na Brinquedoteca:

http://emebmariomartinsdealmeida.blogspot.com.br/p/blog-page.html

Categorias:

DIGA-ME O QUE ACHA:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s