A vida imita a arte… a arte imita a vida!!

Por Cris Akemi

A apreciação de obras de arte no Brasil, talvez até no mundo, infelizmente carrega uma “aura” elitista. Sendo assim, as vezes a escola é o lugar onde a criança é apresentada às artes plásticas, e o único onde tomará contato com elas, principalmente nos primeiros anos do ensino fundamental.

Acontece que nem todas as famílias ou escolas dão valor a esse trabalho, talvez até por essa condição em que a arte está no país, por falta de conhecimento dessa importância, ou da existência de certas referências estéticas. Em consequência disso algumas comunidades não chegam a produzir consciência do seu gosto estético, por não estar presente no seu cotidiano, muito embora atualmente os meios de comunicação tornaram mais acessíveis esse tipo de arte, nem que seja de maneira inconsciente.

Pensando nesse tipo de abordagem, decidi fazer uma apresentação, informal, ao segundo ano do ciclo inicial, de obras de arte de épocas e escolas distintas e de temas também, justamente para orienta-los na elaboração dessa percepção estética e do desenvolvimento de suas preferências. Durante a apreciação sugeri que opinassem sobre o que sentiam sobre cada obra,  procurando definir um adjetivo que pudesse representar esse sentimento. Surgiram várias observações interessantes e fomos analisando coletivamente o que causava tais impressões.

No momento posterior eles votaram em dois quadros, a meu pedido, um que fosse o mais alegre e o mais triste,  segundo a interpretação deles. Foi quando propus que se colocassem no lugar do pintor e tentassem reproduzir em um desenho os dois quadros escolhidos,  mas imaginando que o autor quisesse passar o sentimento oposto transformando a tristeza em alegria e vice -versa.

Nota-se que fizeram uso dos conhecimentos discutidos durante a apreciação e a análise das obras, pois uns optaram pela troca de cores frias em quentes, ou colorido em monocromático, já outros se atentaram as expressões das pessoas retratadas,  tanto que alguns desenhos modificam o quadro triste esboçando sorrisos.

Quando iniciamos o trabalho não imaginava que aprenderiamos tanto.

 

Quadro original img162img164 img163  img161 img160  img158 img159img141img157 img155 img154 img153 img151 img150 img149 img148 img147 img144img143

img146 img145   img142

 

 

 

Quadro original img140 img139 img138 img137 img136 img135 img134 img133 img132 img131 img130 img129 img128 img126 img125 img124 img123 img122 img121 img120 img119 img118 img117

 

Categorias:

DIGA-ME O QUE ACHA:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s